quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Breve manifesto ao mundo não-cristão

A Bíblia tem sido a mesma há milhares de anos (como provam os achados arqueológicos, como por exemplo os Manuscritos do Mar Morto) e fez profecias perfeitas que deram certo.

Então, eu não tenho dúvida: tudo indica que ela é verdadeira.

Portanto, eu acredito nela. Não nas doutrinas de homens, não nas doutrinas de pastores, padres ou papas, não nas doutrinas de homens vivos, nem muito menos na de espíritos de mortos, nem na do Allan Kardec, nem na de Ellen White, nem na da Torre de Vigia, nem na dos anciãos da Congregação Cristã, nem na de rabinos, nem na de Talmudes (babilônicos ou não) mas apenas na Bíblia.

Respeito a decisão de qualquer um, mas sei que um dia todos compareceremos diante de Deus e teremos de arcar com as consequências da nossa escolha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário