sábado, 6 de setembro de 2014

Evitar más companhias

Abençoado com felicidade é o homem que não segue o conselho dos ímpios, não se deixa influenciar pela conduta dos pecadores, nem se assenta na reunião dos zombadores.

Ao contrário: sua plena satisfação está na lei do SENHOR, e na sua lei medita, dia e noite!
Salmo 1.º

 

O Salmo 1.º ensina que a gente precisa evitar más companhias, evitar andar com pessoas que levam a gente fazer o que é errado. É o mesmo que está sendo ensinado no primeiro capítulo do livro dos Provérbios:

Filho meu, se pessoas perversas tentarem seduzir-te, não o permitas! Se te convidarem: “Vem conosco, embosquemo-nos para assaltar e matar alguém; Traguemo-los vivos, como a sepultura engole os mortos; vamos destruí-los por encontraremos todo tipo de objetos valiosos e encheremos as nossas casas junta-te ao nosso bando; dividiremos em partes iguais o resultado de tudo o Filho meu, não sigas pelo caminho desse tipo de gente! Afasta os teus pés pois os pés deles se precipitam para o mal e correm para derramar sangue.
Provérbios 1:11-16


Bom é um ditado popular que fala "Diga-me com quem andas que te direi quem és". Ou, como dizia minha avó, que assim ouviu de seu pai lá em Portugal: "Diga-me com quem andas que te direi as manhas que tens".

Pois é, as companhias influenciam a gente. Por isso, evitar más companhias é prudente e necessário.

Alguns irmãos pensam que precisam andar na companhia de más pessoas para evangelizar esse pessoal. De certo modo, estão certos. O próprio Cristo deu esse exemplo, porque Ele permitia que ladrões e prostitutas O seguissem.

Mas é bom lembrar que a Bíblia nos ensina a evitar a tentação e o pecado. Então, cada um de nós precisa admitir que tem fraquezas.

Jesus permitia que pecadores se sentassem ao lado dEle, mas é claro que Jesus tinha força e maturidade para não ser levado a agir mal pela má influência dessas pessoas.

Mas nós temos nossos limites. Precisamos admitir que temos fraquezas.

Se uma má companhia pode te levar para um mau caminho, então evite essa companhia, porque Jesus nos ensinou a evitar a tentação, quando disse, no sermão da Montanha: Se a tua mão te faz pecar, corta-a e atira-a longe (Mateus 5:30).

Jesus não está nos dizendo para abandonar o pecador e não evangelizá-lo. Mas temos de ser prudentes e humildes. E aceitar que somos fracos e que podemos ser levados a pecar por andarmos com pessoas que dão mau exemplo é um ato de humildade e sabedoria.



Nenhum comentário:

Postar um comentário